"E cedo, porque me embala Num vaivém de solidão..."

06
Set 11

 

Cheio de espuma e âmbar misturados
Esvaziarei este copo novamente
Visões as mais hilariantes embarafustam
Pela alcova de meu cérebro
Pensamentos os mais curiosos 
fantasias as mais extravagantes
Ganham vida e se dissipam;
O que me importa o passar das horas?
Hoje estou tomando cerveja.

 (Edgar Allan Poe)

publicado por Lígia Laginha às 16:12

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
14
16
17

19
20
21
24

26
27
28
29
30


posts recentes

Linhas sobre a cerveja

subscrever feeds
arquivos
2011

mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

20 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO